segunda-feira, outubro 17, 2011

Captura dos serviços e Outsourcing total

Tudo leva a crer que, a pretexto de poupar e acabar com o outsourcing de aplicações informáticas no curto prazo, vamos mais tarde perder o controlo e a soberania sobre os sistemas de informação da administração pública e ser capturados por empresas privadas de forma descontrolada e muito mais dispendiosa.

Após uma luta de longos anos para fortalecer a capacidade de gestão, planeamento estratégico e arquitectura de SI/TI na AP, vejo com tristeza que antes de se ter conseguido dominar as funções mais soberanas, os técnicos de SI/TI vão ser postos à prova nas funções que não lhes competem, o desenvolvimento de aplicações, para depois serem qualificados de incompetentes e serem substituídos por empresas que assumem o controlo total dos sistemas. Será que não aprendemos com as PPP?

1 comentário:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Luisamigo

Ora cá estou eu, depois do nosso encontro no elevador. Acho muito interessante este tema, pois, como sabe, acompanhei a organização da Direcção Geral de Informática quando estava no Ministério das Finanças como assessor do Prof. Sousa Franco.

Foi quando me pude aperceber dos altíssimos conhecimentos destas coisas de computadores & etc que o meu Amigo tinha, tem e terá.

Para mim, burro velho desinformático é um espanto. E a organização (ou des) do Estado fascina-me, mas apenas como leigo. Portantos (sem s) virei aqui mais vezes para... aprender. Muito obrigado.

E, caríssimo condómino, vamos encontrando-nos na garagem, no elevador, na frutaria Sempre Fresco, para pelo menos nos rirmos um pouco...

Abç

E como amor com amor se paga (salvo seja...) espero uns comentariozitos lá na minha Travessa que passará a ser também de Vossa Insolência...